TERAPÊUTICA DA TÉCNICA REABILITAÇÃO DINÂMICA E FUNCIONAL DOS MAXILARES EM PACIENTES CLASSE III

PROTUSÃO DE PRÉ- MAXILA

INTRODUÇÃO

Pela atuação da RDFM, a mecânica utilizada nos tratamentos das tendências progênicas com mordida cruzada anterior, será o uso da placa de protusão.

O objetivo da aparatologia é o de se estimular o crescimento da pré-maxla, permitindo o desenvolvimento de todo o processo maxilar anterior, bem como a adequação das inclinações dentárias dos incisivos superiores.

Para que o estímulo se de com maior efetividade e um mínimo de efeito indesejável, será importante a eliminação da interferência oclusal proporcionada pela mordida cruzada anterior, aumentando-se a dimensão vertical durante o encapsulamento oclusal. O movimento se fará livre de traumas ou interferências oclusais.

TRATAMENTO

O tratamento das maloclusões classe III de Angle deve ser no sentido da correção do relacionamento das bases ósseas maxilares, no restabelecimento da oclusão e na orientação do desenvolvimento craniofacial do paciente.

A aparatologia usada na Técnica: Reabilitação Dinâmica e Funcional dos Maxilares com as aletas bilaterais irá atuar na maturação, treinamento e reprogramação do sistema neuromuscular bucomaxilofacial como aparelho de exercício ortopédico funcional.

Imagem frontal dos modelos de estudos, evidenciando a mordida cruzada na região anterior.
Imagem lateral dos modelos de estudos, evidenciando a mordida cruzada na região anterior.
Em evidência na telerradiografia a mordida cruzada anterior
Aparelho realizando movimento sagital póstero-anterior superior com as aletas vestibulares bilaterais acopladas e instaladas na boca do paciente.
Paciente ainda em tratamento, com desenvolvimento ósseo se dando satisfatoriamente na região trabalhada com o aparelho.